Buscar
  • Mario Teixeira

Prefeitura do Rio anuncia Fase 5 da flexibilização e restaurantes podem funcionar até a madrugada

Segundo o prefeito Marcelo Crivella, é preciso que tanto os estabelecimentos, quanto a população, tenham consciência de que ainda há uma situação de pandemia

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta sexta-feira (31/07) mais medidas de flexibilização na retomada gradual das atividades econômicas na cidade. Com a entrada na fase 5, que se inicia neste sábado (01/08), está autorizado o banho de mar nas praias, mas vedada a permanência na areia. Além disso, ambulantes podem trabalhar das 7h às 18h nas praias, parques e praças, sem aluguel de cadeiras e barracas, vendendo apenas produtos industrializados – bebida alcoólica está proibida – e com os devidos cuidados previstos nas Regras de Ouro.


Restaurantes, bares e lanchonetes poderão estender o horário de funcionamento e fechar à 1h da madrugada, em vez de 23h. Outra novidade é que os shoppings voltam a funcionar no horário normal de antes da pandemia: de 10h até as 22h.

Também há as seguintes mudanças: permitido o retorno das atividades de massagem e maquiagem no setor de embelezamento; as piscinas estão liberadas em hotéis e hostels; e os pontos turísticos com capacidade ampliada de 1/3 para 50%, extensivo a aquário e zoológico privado.


O prefeito fez um apelo para que as pessoas evitem aglomerações e usem máscaras, especialmente nas praias.


Shoppings


Os shoppings passarão a abrir no horário de praxe, a partir das 10 horas, e não mais ao meio-dia. O fechamento prossegue às 22 horas. A regra da capacidade máxima de público permanece em 2/3 (incluindo os estacionamentos), respeitando o distanciamento de dois metros entre as pessoas.


Bares, restaurantes e lanchonetes


O uso do espaço interno, não poderá ultrapassar 50% da capacidade das mesas, sendo mantido o distanciamento de dois metros entre elas. Segue a obrigatoriedade do uso de máscara (menos os sentados à mesa) e disponibilização de insumos para a higienização das mãos: álcool 70% em gel e dispensadores de sabão líquido e papel-toalha. Permanece vedado o sistema de self-service e música ao vivo.

19 visualizações
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter

© 2020 por Mario Teixeira